Histórias meio ao contrário rss


Histórias Chinesas

10.06.2013 comentários  comente

Esse é o terceiro volume de uma coleção que estou fazendo com recontos de histórias de diversos países. Depois da mitologia grega e dos contos árabes das Mil e uma Noites, agora vamos ao outro lado do mundo, com contos da China.

Quando eu era pequena, lá em casa havia uma louça de desenhos azuis com motivos chineses. Eu levava um tempão comendo, mexendo o feijão com arroz no... leia mais

O menino Pedro e seu boi voador

03.02.2013 comentários  comente

Quando eu era bem pequena, tão pequena que nem me lembro disso e só sei porque minha mãe contou, tinha uma amiga imaginária. Ou melhor, uma amiga invisível, como eu dizia. O mesmo acontece com muitas crianças. Aconteceu com meu filho Pedro. Só que o dele não era um menino. Era um boi. Voador, ainda que sem asas. Diretamente inspirado numa miniatura de bumba-meu-boi que o padrinho... leia mais

Quem foi que fez?

19.04.2012 comentários  comente

Quem foi que fez?
Quem foi que fez?  (crédito: Luísa Baeta)

Continuamos com a proposta da coleção ABRE O OLHO: de uma forma lúdica, brincando, ajudar a despertar o olhar da criança para uma percepção do mundo. Ainda é uma aposta na possibilidade de uma descoberta poética das coisas. Mas agora, neste volume, o foco é outro – distinguir natureza e cultura. As fotos que Luísa me trouxe focalizam essa distinção. Os versos que fiz para elas... leia mais

Do Outro Lado Tem Segredos

03.08.2011 comentários  comente

Arrastão na praia de Manguinhos em 1929
Arrastão na praia de Manguinhos em 1929

A autora dá seu depoimento sobre esse livro:

Este é um livro em que mergulhei de modo muito forte na minha relação de vida com Manguinhos (Espírito Santo): o mar, os amigos pescadores, as festas e folguedos tradicionais em que sempre vivi imersa lá, desde a infância. Há alguns cânticos que eu nem lembrava que sabia e, à medida que ia escrevendo o livro, voltavam com força a... leia mais

Uma Vontade Louca

26.07.2011 comentários  comente

Banho de mar à fantasia
Banho de mar à fantasia

Tenho um carinho muito especial por esse livro. E não apenas porque relata um primeiro amor, na adolescência.
Por um lado, fiz nele umas experiências que estava querendo fazer havia muito tempo: narrar do ponto de vista de um personagem masculino, variar os pontos de vista de quem conta a história, falar do banho de mar à fantasia que faz parte do meu Carnaval desde a infância,... leia mais

Curvo ou Reto

06.07.2010 comentários  comente

Curvo ou reto?
Curvo ou reto?  (crédito: Luísa Baeta)

Na verdade, esse livro nasceu de um projeto da Luísa, designer e fotógrafa. Mas assim que eu percebi o alcance da ideia, me encantei com ela. De certo modo, é uma proposta de educação visual, de desenvolvimento de uma percepção do mundo pelo olhar. Mas é também uma aposta na possibilidade de uma descoberta poética da realidade : sair pela vida de olhos abertos,ao lado da criança,... leia mais

Menina bonita do Laço de Fita

04.03.2010 comentários  1 comentário

A menina bonita que inspirou o livro, quem diria, era branquinha, branquinha...

Ana Maria com a filha Luísa
A menina bonita que inspirou o livro, quem diria, era branquinha, branquinha... Ana Maria com a filha Luísa  (crédito: Arquivo pessoal)

O livro Menina Bonita do Laço de Fita é, junto com o Bisa Bia, Bisa Bel, um dos livros mais premiados e traduzidos da obra de Ana Maria Machado. Assim como o Bisa Bia, ele também é uma fonte aparentemente inesgotável de experiências vividas pelos leitores, como a Ana conta nesse trecho de uma palestra dada em setembro de 1996, no Congresso da Sociação de Literatura Infantil em Montevidéu... leia mais

Bento que Bento é o Frade

10.07.2009 comentários  comente

"Fiquei deveras gamado pela figura de Nita, a criação tão bonita de Ana Maria Machado. Por onde quer que ela siga, brota uma alegre verdade. Se bento-que-bento-é-o-frade, ai nita-que-Nita-amiga!" - Bilhete de Carlos Drummond de Andrade  (crédito: Arquivo pessoal)

Bento que bento é o frade!
Frade!
Na boca do forno!
Forno!
Cozinhando um bolo!
Bolo!
Fareis tudo que o seu mestre mandar?
Fazeremos todos!

Fazeremos? Será que na hora de brincar, existe algum problema de não se fazer exatamente tudo que o mestre mandar?

Será que tem importância falar de um jeito esquisito e não conjugar o verbo certinho, como manda a professora?
E... leia mais

Era uma vez um tirano

22.06.2008 comentários  comente

O tirano visto pelo traço de três diferentes ilustradores: (da esquerda para a direita) o tirano da portenha Verónica Leite, do húngaro de alma brasileira Gabor Gezsti, e do brasileiro José Carlos Lollo
O tirano visto pelo traço de três diferentes ilustradores: (da esquerda para a direita) o tirano da portenha Verónica Leite, do húngaro de alma brasileira Gabor Gezsti, e do brasileiro José Carlos Lollo  (crédito: Arquivo Pessoal)

O livro Era uma vez um tirano teve sua primeira edição pela Editora Salamandra, em 1982, com ilustrações de Gabor Geszti. Depois disso, em 1989, foi publicado na Alemanha com as mesmas ilustrações. Mais recentemente ele foi lançado na Argentina pela Sudamericana, com ilustrações de Verónica Leite, e durante o mês de junho de 2003 foi relançado pela Salamandra, ilustrado por José... leia mais

Contracorrente

20.05.2008 comentários  comente

20º Congresso do IBBY sobre livros para crianças, em Tóquio, 1986
20º Congresso do IBBY sobre livros para crianças, em Tóquio, 1986  (crédito: Arquivo Pessoal)

O Título CONTRACORRENTE causa uma certa estranheza, assim, numa palavra única. Já se mostra, de início, como uma brincadeira com as palavras. A autora explica seus varios sentidos. É contra toda e qualquer corrente, denunciando qualquer movimento para aprisionar o pensamento. Mas também tem a coragem de ousar remar contra a correnteza, contra os pensamentos corriqueiros e estereotipados,... leia mais

Posts 1 a 10 de 12 início | < anteriores  |  próximos > | fim